Identidade, Memória,
Paisagem,
em Castro Marim

Resgatar Memórias, Inscrever Memórias

Fevereiro 7, 2023

Workshop de Artes Documentais pelo Teatro do Vestido

Desde Março de 2022, o Teatro do Vestido tem passado tempo no concelho de Castro Marim, em observação, escuta e estudo. Procurando mapear o território, as pessoas e as suas histórias, a companhia deseja contribuir para um arquivo comunitário de memórias “pequenas e esquecidas”, acompanhando o esforço das associações locais nesse sentido.

A formação “Resgatar Memórias, Inscrever Memórias” inscreve-se neste projecto de contributo para a autorreflexão artística sobre o território. Ao longo de cinco dias – entre 13 e 17 de Fevereiro – a equipa do Teatro do Vestido – Joana Craveiro, Estêvão Antunes e Tânia Guerreiro – acompanhados da historiadora Alice Samara, trabalharão com artistas, investigadores, professores, alunos de artes e pessoas no geral interessadas na pesquisa documental, para criar objectos artísticos a partir da observação etnográfica, da recolha de histórias de vida, objectos, documentos e da observação da paisagem e das memórias que aí residem. 

Em horário pós-laboral, a formação será acompanhada pela partilha com os participantes de várias metodologias e ferramentas utilizadas pelo Teatro do Vestido na sua prática de criação artística ao longo dos últimos 20 anos, nomeadamente no campo do teatro documental, acompanhada de uma incursão teórica e prática sobre as metodologias da história oral.

Inscrições abertas para interessados – sem requisitos específicos. Enviar inscrição e carta de motivação para geral@teatrodovestido.pt, 918388878, até 10/02/2023

Outras notícias

Se fosse um arquivo: viagem poética em Castro Marim⁣

Setembro 5, 2023

Este sábado (9 de Setembro), o Teatro do Vestido apresenta a sua mais recente criação itinerante em Castro Marim. A jornada terá a duração de aproximadamente 5 horas e incluirá uma refeição.⁣

O espetáculo incorporará percursos a pé e de autocarro, permitindo aos participantes explorar diferentes facetas da cidade algarvia. O ponto de encontro será na Praça 1º de Maio, em Castro Marim.⁣ Os viajantes são encorajados a trazer calçado confortável, garrafa de água e agasalhos.

Entrada Livre.

Para garantir a participação neste evento, as reservas podem ser feitas através do e-mail geral@teatrodovestido.pt ou diretamente no posto de Turismo de Castro Marim.

Recap - Residência Clara Cortes Garcia

Agosto 7, 2023

Clara Cortes Garcia (1990) é uma artista multidisciplinar de Barcelona, cujo principal tópico de interesse é a água. Tem desenvolvido projectos a solo e em grupo, no âmbito da performance, exposição e instalação em Barcelona, Berlim, Istambul, Kuala Lumpur, Taiwan, Islândia e Tóquio, sempre em ligação com o espaço circundante.

No decurso da sua residência artística em Castro Marim, para a qual foi seleccionada no âmbito da Open Call lançada no início do ano, continuou a sua pesquisa de uma década em volta da água, gravando sons e imagens vídeo em volta das formas e desenhos encontrados ao longo do Guadiana, do Atlântico e das barragens de Odeleite e do Beliche, transformando-as e manipulando-as para recriar criativamente a sensação da sua presença. O trabalho final foi apresentado sob a forma de uma instalação audiovisual, na Casa do Sal, com inauguração no dia 31 de Maio.

Falámos com Clara sobre o que retira artisticamente da água, o processo de captar o abstrato, e as qualidades que mais lhe fascinaram em Castro Marim.

Recap - Residência David Ole

Agosto 2, 2023

David Ole (Braga, 1991) é um músico e artífice português. Iniciado nos mistérios musicais em 1997, partilha a sua arte em palco desde 2009, transfigurando matéria, energia e inteligência em composições e performances ao vivo com saxofone, percussão, softwares personalizados e um conjunto de hiper-instrumentos. O seu trabalho manipula o Som, a música e a ação para explorar relações de significação entre coisas reais e irreais, magia e tecnologia, lucidez e esquizofrenia.

Nesta residência artística, que decorreu da Open Call lançada no início do ano, trabalhou um projecto de criação de música instrumental que visa representar e interpretar a história e o contexto de Castro Marim enquanto território fronteiriço, escrevendo uma obra de música marcial para interpretação pela Banda Musical Castromarinense. A peça é imaginariamente tocada ao longo da Ponte Internacional do Guadiana, e procura simular o efeito sísmico desse concerto utópico. Partes (reais) deste novo trabalho foram apresentadas pelo músico e pela banda no Auditório da Biblioteca Municipal de Castro Marim no dia 13 de Maio.

Recap - Residência Knut Olaf Sunde

Julho 27, 2023

O compositor norueguês Knut Olaf Sunde, cujo trabalho se desenvolve em volta das noções de lugar, duração e som imersivo, esteve em residência no Concelho de Castro Marim, no âmbito do projeto Particular Universal.

Entre os dias 23 de Abril e 7 de Maio de 2022, Knut Olaf Sunde propôs “observar, aprender e entender as diferentes lógicas culturais e paisagísticas” do Concelho, recorrendo à gravação áudio e vídeo, bem como à interacção com a população local, de forma a montar uma narrativa que foi apresentada no dia 29 de Abril, no Armazém do Sal.

Recap - Residência Therese Næss Diesen

Julho 25, 2023

Therese Næss Diesen é uma designer sonora e artista sonora norueguesa. Com formação em design visual e cinema, o seu trabalho inclui a gravação de som, foley e design sonoro para curtas e longas metragens, bem como colaborações diversas no universo das artes performativas e multimedia.

Na sua residência artística em Castro Marim (a última com curadoria do parceiro NyMusikk) propôs-se compor uma peça constituída pelos sons que captou pelo Concelho, e que foi apresentada no dia 5 de Maio, pelas 21h00, no âmbito do Encontro de Artes e Agrotecnologia organizado pela Associação Catavento, na Quinta da Fornalha.

Falámos com Therese sobre a sua formação académica e musical, musique concrète, e como usa os sons para contar uma história.

Recap - Residência Antonina Nowacka

Julho 14, 2023

Antonina Nowacka é uma vocalista, compositora e poeta de Varsóvia, Polónia. Enquanto artista, interessa-se sobretudo pela poesia sonora dos objetos, das paisagens, dos ecos e da natureza do Som enquanto força de mudança do ouvinte e do criador. Utiliza a voz como um sintetizador orgânico e natural, através de técnicas experimentais e práticas de inspiração ocidental e oriental (estudou na Polónia, Escócia, Indonésia e Índia), às quais acrescenta, pontualmente, processamentos sonoros diversos.

Na sua residência em Castro Marim, à qual se propôs através do Open Call lançado no início do ano, dedicou-se a interpretar poeticamente “os sonhos dos pássaros” da região, imaginando uma linguagem sonora e musical capaz de traduzir esses mundos oníricos que se desconhecem. Apresentará o seu trabalho sob a forma de espectáculo-caminhada, na Quinta da Fornalha (onde estará em residência), dia 28 de Abril. Tivemos a oportunidade de falar com Antonina sobre o seu percurso artístico, o que une as suas influências musicais e as intenções do seu projecto.

usof em residência

Julho 11, 2023

usof é um músico, artista visual, DJ e promotor de eventos focado transversalmente na música ambiental e imersiva, sendo também cofundador da Rotten \ Fresh, editora reconhecida como uma referência nacional na música contemporânea e experimental da última meia-dúzia de anos.

Nesta sua residência em Castro Marim, para a qual foi seleccionado através da Open Call do início deste ano, produzirá e apresentará composições originais inspiradas na história, paisagens e folclore do território, bem como gravações de campo e sons encontrados no terreno. O artista irá recorrer a várias técnicas comuns na música ambient, como a síntese granular e a espacialização, para criar uma paisagem sonora multi-canal em constante mudança que evoca a sensação de isolamento e solidão que tem caracterizado a história da municipalidade, mas também a beleza natural de Castro Marim, da sua arquitectura e da sua dinâmica de desenvolvimento e progresso em tensão com a necessidade de preservação do seu património.

Estas composições serão apresentadas num concerto multimédia, com som em quadrifonia, no auditório da Biblioteca Municipal de Castro Marim, no dia 20 de julho, pelas 17h30.

Recap - Residência Jiska Huizing

Julho 4, 2023

Jiska Huizing é artista musical e DJ, natural dos Países Baixos, que reside e trabalha em Oslo, Noruega.

A sua prática artística desenvolve-se numa reflexão sobre as muitas realidades que coexistem no mundo, na sua relatividade e constante mudança. Trabalhando os meios do som, fotografia, escrita, desenho e dando particular atenção à caminhada enquanto conceito e método, cria peças impregnadas de um sentido de procura e de deambulação, questionando a nossa percepção do que nos rodeia.

Apresentou o seu trabalho sob a forma de um workshop gratuito sobre produção de mapas sonoros, no dia 22 de Abril no Moinho das Pernadas em Odeleite. Tivemos oportunidade de falar com Jiska sobre o seu trabalho de recolha, mapas sonoros, e a importância da deambulação.

Lugar, identidade e memórias em Magerøya / Máhkarávju

Julho 3, 2023

Os artistas portugueses Mestre André, João Polido, Adriana João e Rita Santos desenvolvem por estes dias uma residência artística de uma semana em Magerøya / Máhkarávju, no extremo norte da Noruega.

No âmbito do projecto Particular Universal a nyMusikk curou seis residências com artistas noruegueses em Castro Marim; agora é a vez de quatro artistas nacionais trabalharem na Noruega, entre os dias 3 e 9 de Julho, onde desenvolverão a sua prática artística relacionada com os temas do projecto - identidade, memória e paisagem - com a ilha como ponto de partida.

No final da sua estadia, os quatro portugueses apresentar-se-ão, e ao seu trabalho, à comunidade local - num evento a ter lugar no dia 8 de Julho, no North Cape Museum.

Os anfitriões, produtores e curadores desta residência são os artistas noruegueses Eirik Blekesaune e Emma Gunnarsson.

Mais informações em www.nymusikk.no 

Paisagem humana com salinas em fundo - As Vozes da Memória

Junho 21, 2023

A equipa do Teatro do Vestido, um dos parceiros do projecto Particular Universal, encontra-se em residência pelo território de Castro Marim. Dentro desse conjunto amplo de iniciativas que visam a exploração artística de um território de baixa densidade populacional, o projecto específico do Teatro do Vestido tem o nome de “As Vozes das Memórias.” Partindo da memória dos lugares e das pessoas como um território vasto, cheio de sentidos e de camadas por escavar, o colectivo artístico tem-se dedicado a procurar, reconhecer e mapear, de forma a poder contribuir para um arquivo comunitário por vir.

“pensar na poética do trabalho de campo

organizar o arquivo

procurar desenhar o mapa

ir ao encontro das vozes”

são os objectivos desta residência de Junho.

1 2 3 5